Boletim informativo Câmara Municipal de Mossoró

Boletim informativo Câmara Municipal de Mossoró

Tony Fernandes protesta contra fechamento 

de leitos do Hospital da PM

Leitos de UTI estariam sendo fechados por falta de verba

            Na sessão ordinária de hoje, o vereador Cabo Tony Fernandes (SD) protestou contra a notícia de que o Hospital da Policia Militar em Mossoró seria fechado por falta de verba. De acordo com o vereador, leitos de UTI estão sendo fechados na instituição de saúde.

            Tony relembrou a luta dos policiais militares e da iniciativa privada, durante a pandemia, para que o Hospital, que atende a população em geral, ampliasse o atendimento. “Não é justo agora fechar o Hospital. Um equipamento de saúde que atende tanto os policiais como a população civil e que é de extrema importância para nossa região”, relatou.

            O vereador encerrou o pronunciamento propondo um requerimento que deve ser assinado por todos os vereadores e vereadoras de Mossoró, solicitando que a instituição de saúde continue com os leitos de UTI abertos. O requerimento deve ser encaminhado ao Governo do Estado.

Educação

            O vereador também comentou sobre o piso salarial dos professores da rede municipal e estadual de ensino e fez um apelo para que o Governo do Estado e o município de Mossoró paguem o piso e evitem greves. “O piso é um direito do professor. É a valorização do ensino. Pelo bem das crianças, da educação, resolvam essa questão”, disse. 

Vereadora Marleide Cunha fala sobre pautas 

da saúde e educação de Mossoró

Vereadora explicou situação do Hospital da PM

            A vereadora Marleide Cunha (PT) utilizou espaço na Tribuna da sessão ordinária desta quarta-feira, 01, para explicar o que está ocorrendo com o Hospital da Polícia Militar de Mossoró. De acordo com a vereadora, o fechamento do Hospital não ocorrerá.

            Marleide explicou que a Prefeitura de Mossoró e o Governo do Estado tinham um acordo para a manutenção da instituição. “No acordo, a Prefeitura arcaria com 30% e o Governo do Estado com 70%, mas o município entrou na justiça contra os 30% e a decisão saiu estes dias, pegando o Governo do Estado de surpresa. De forma repentina, o Estado teve que arcar com 100%. E o Estado não consegue manter os leitos de UTI, mas consegue manter os leitos clínicos. O Hospital não vai fechar”, disse.

            Sobre educação, a vereadora Marleide falou sobre a situação dos professores e o protesto realizado no lançamento do novo conceito do Mossoró Cidade Junina. “O protesto não foi porque achamos que o Mossoró Cidade Junina não é importante, mas é para chamar a atenção do prefeito e para que ele respeite os professores e a educação do município”.

Lucas das Malhas destaca lançamento

 do Mossoró Cidade Junina 2023

Segundo ele, evento contribui fortemente para fomentar a economia local

Durante a 3ª sessão ordinária de 2023, nesta quarta-feira (1º), o vereador Lucas das Malhas (MDB) destacou, em seu pronunciamento, o evento de lançamento do novo conceito do Mossoró Cidade Junina 2023 (MCJ), realizado no Teatro Dix-Huit Rosado, ontem (28), pela Prefeitura Municipal de Mossoró.

O parlamentar afirmou que o lançamento antecipado da programação ajuda os comerciantes locais a se preparem melhor para oferecer os serviços à população durante o evento. Segundo ele, o evento contribui fortemente para fomentar a economia local, através da geração de emprego e renda.

Lucas das Malhas reforçou também que, durante o MCJ, a cidade recebe diversos turistas e cobrou o Governo do Estado melhorias para recebê-los, citando como exemplo a situação precária atual da rodoviária da cidade.

“Quero fazer um apelo à governadora e ao Governo do Estado: que olhem pela nossa rodoviária. O Mossoró Cidade Junina recebe turistas do Brasil inteiro, que vem gastar no nosso estado, porque o estado do Rio Grande do Norte também arrecada nesse período. A rodoviária é a porta de entrada para receber essas pessoas que vêm curtir o MCJ e é triste ver as condições precárias que é a nossa rodoviária”, destacou. 

Omar Nogueira propõe albergue para 

pessoas em situação de rua

Vereador diz ser de cortar o coração ver pessoas expostas ao sol e à chuva 

O vereador Omar Nogueira (Patriota) defendeu a criação em Mossoró de albergue noturno para acolher pessoas em situação de rua. Ele apresentou a proposta em pronunciamento na Câmara Municipal, na sessão desta quarta-feira (1º). A ideia também está contida no Projeto de Lei 2/2023, de autoria dele, lido na sessão de hoje despachado às comissões.

O albergue, segundo ele, também ofereceria assistência imediata social e de saúde, e reforçaria serviços já ofertados em equipamentos dessas áreas em Mossoró.

“É de partir o coração vermos moradores de rua na praça da catedral e em outros pontos de Mossoró, expostos a sol e a chuva. A Secretaria de Desenvolvimento Social da Prefeitura precisa tomar providências urgentes”, alertou.

Omar Nogueira considera o albergue fundamental para fornecer assistência às pessoas em situação de rua, que, segundo ele, trata-se dos maiores problemas sociais de Mossoró. “A Prefeitura poderia construir ou alugar prédio para o albergue”, propõe.

Cobal

No mesmo pronunciamento, Omar Nogueira relatou recente visita ao mercado da Cobal, onde houve incêndio em um Box, recentemente. “A Cobal está esquecida, 3 milhões de reais em uma reforma, mas que não contempla as necessidades. Os taxistas estão cobrando melhorias, estão dentro da lama. São absurdos que precisam ser resolvidos”, cobra o vereador.

Marckuty destaca avanços de missão 

da fruticultura na Europa

Vereador integrou missão potiguar em agenda na Espanha, Holanda e Alemanha

Em pronunciamento na Câmara Municipal de Mossoró, hoje (1º), o vereador Marckuty da Maisa (Solidariedade) destacou resultados da missão frutilogística na Europa (Espanha, Alemanha, Holanda), da qual participou como representante do Poder Legislativo.

Do ponto de vista da logística marítima e portuária para exportação de frutas do Rio Grande do Norte, o parlamentar destacou garantia para continuidade de escoamento da produção, através do porto de Natal.

“Visitamos o porto de Rotterdam, na Holanda, que recebe a maioria da nossa fruta e distribui para toda Europa. Conseguimos, juntos, entender e desdobrar toda problemática de logística portuária entre Brasil e Holanda”, frisa.

Na maior feira de fruticultura do mundo, a Fruit Logística, em Berlim, na Alemanha, Marckuty e demais componentes da comitiva trabalharam para atrair compradores para pequenos produtores de frutas da região de Mossoró, informou o vereador.

Segundo ele, a missão identificou mercado para frutas e hortaliças. O Sebrae fará estudo de viabilidade de mercado para pequenos produtores da agricultura familiar de outros segmentos, como batata, banana, milho doce, côco verde e seco e etc.

“Nossa participação foi muito importante por conhecermos todas as variedades que são plantadas na zona rural de Mossoró”, frisou.

Certificado fitossanitário

Há anos profissional do ramo da fruticultura, Markcuty também frisou avanços de certificação digital. Ele integrou comitiva em audiência na Espanha, onde obtiveram apoio para prorrogar certificação de navios transportadores de frutas do RN.

“Sobre esse certificado fitossanitário digital entre Brasil e Espanha, há 40 anos os fruticultores de todo estado tem dificuldades de envio físico do documento, mas fizemos pleito para contornar isso com os ministros de agricultura do Brasil e da Espanha”, destacou.

Marckuty da Maisa integrou a missão, com representantes do Governo do Estado, Sebrae, Comitê de Fitossanidade do Rio Grande do Norte (Coex-RN), entre outros.

“Fui profissional do ramo de fruticultura por vinte anos, pela segunda vez vou à Europa e foi uma agenda de muito trabalho e resultados”, concluiu o vereador. 

Vereador Raério sugere torcida única em

 jogos de futebol em Mossoró

Medida serve para evitar briga entre torcidas

            O vereador Raério Araújo utilizou a Tribuna, na sessão ordinária de hoje, 01, para solicitar ao Ministério Público do RN e demais órgãos competentes que oriente para que o jogo de futebol do Potiguar, que será realizado em Mossoró, no dia 12 de março, seja com torcida única.

            O vereador explicou que a orientação é necessária para evitar briga entre torcidas, como ocorridas em jogos passados realizados em Mossoró. “Muitas famílias querem frequentar o estádio de futebol com seus filhos e filhas e a violência das torcidas não permite. A torcida única cria um ambiente de paz”, defendeu.

            Raério encerrou incentivando que as famílias compareçam ao estádio para acompanhar e torcer

pelo Potiguar e incentivar o esporte.

Fotos – sessão ordinária – 01 de março de 2023

admin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *