GCMs de Mossoró decidem suspender diárias operacionais e deflagram mobilizações

GCMs de Mossoró decidem suspender diárias operacionais e deflagram mobilizações

O Sindguardas/RN reuniu os guardas civis municipais de Mossoró em Assembleia Geral, nesta terça-feira, 26, para discutir e deliberar sobre a luta por direitos e valorização. A categoria está extremamente insatisfeita com a falta de respeito por parte da Prefeitura e, por isso, decidiu realizar uma série de mobilizações. Além disso, os GCMs também vão suspender a realização de Diárias Operacionais.

Durante a Assembleia Geral, foi ressaltado que a Prefeitura de Mossoró descartou o acordo feito com a categoria, cujo entendimento e proposta tinham sido construídos pela própria comissão de trabalho envolvendo o Executivo. No entanto, no último dia 18, o prefeito Allyson Bezerra retirou esse acordo.

Ou seja, a gestão descumpriu o que tinha se comprometido e agora se nega a negociar a recomposição salarial e do aumento do Adicional de Risco de Vida (ARV). “Com isso, a categoria insatisfeita e sentindo-se desrespeitada decidiu que do dia 27 ao dia 30 de setembro todas as Diárias Operacionais serão devolvidas e nenhum GCM irá fazer DO”, comenta Héber Monteiro, diretor do Sindguardas/RN.

Cerca de 100 guardas civis municipais participaram da Assembleia Geral desta terça-feira. Na ocasião, também ficou decidido que a categoria não vai desfilar no próximo dia 30 de setembro, quando se comemora o aniversário da cidade.

Outras mobilizações previstas para os próximos dias são a doação de sangue coletiva, entre os dias 27 e 30, e ainda a realização de panfletagem durante o evento Auto da Liberdade, promovido pela Prefeitura de Mossoró.

admin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *