Mulher é condenada em Mossoró acusada de matar a própria filha

Mulher é condenada em Mossoró acusada de matar a própria filha

Um crime que chocou não só a sociedade mossoroense, como a todo o país. Uma mulher, na época com 22 anos, jogou a própria filha, recém-nascida, pela janela do banheiro do condomínio em que morava, no bairro Planalto Treze de Maio, na cidade de Mossoró, no Oeste Potiguar.

Segundo a denúncia ao Ministério Público, a Polícia que esteve no local, informou que o crime de infanticídio, aconteceu no dia 17 de fevereiro de 2018, momentos depois do nascimento da criança. A mulher a joga pela janela do banheiro. E o corpo da menina foi encontrado em uma área comum do condomínio.

Emilly Karolina Farias Barbalho, foi presa e na data desta segunda-feira, 25/02/2024, cinco anos depois, foi a julgamento no Fórum de Mossoró. Essa é a primeira vez que acontece na cidade um julgamento dessa natureza.

A ré foi condenada a dois anos de prisão, a ser cumprido em regime aberto. Ela foi defendida por Otoniel Maia de Oliveira Junior. A sessão foi presidida pelo juiz Vagnos Kelly Figueiredo de Medeiros, e na acusação quem atuou foi o promotor Armando Lúcio.

Emilly Karolina foi condenada pelo crime de infanticídio, que significa provocar a morte do próprio filho por ocasião do parto ou durante o estado puerperal.

Por Pedrina Oliveira – nabocadanoite.com.br

**SIGA O INTAGRAM DO @RNEMFATOS

admin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *